Grupo de leitura sob a transferência - Seminário 8, Jacques Lacan

  • Iniciaremos as atividades no dia 3 de março de 2020,
  • Terça-feira às 20 horas e 15 minutos na Tykhe Associação de Psicanálise.
  • Deborah Steinberg e Luís Américo Valadão Queiróz

Na transferência, um dos conceitos fundamentais da Psicanálise, o que se atualiza, é a relação do sujeito com o objeto, não o objeto como mercadoria, mas o objeto que causa desejo e move o sujeito. É com esse objeto que jogamos, que operamos na transferência. Será a partir dele que lançaremos os dados em 2020.

“Há necessidade de se acentuar o correlativo objeto de desejo, pois é este o objeto, e não o objeto da equivalência, do transitivismo dos bens, da transação sobre as cobiças. É esta alguma coisa que é visada pelo desejo como tal, que acentua um objeto entre todos, por não ter comparação com os outros. É a essa acentuação do objeto que responde a introdução, em análise, da função do objeto parcial”. Jacques Lacan in “A Transferência” (1960/61). Mas como isso comparece na fala do sujeito em análise?

Daremos ênfase a esse objeto que participa tanto da fantasia individual quanto do social, uma vez que o social, tal qual o individual, é movido por aquilo que está em causa na fantasia. O objeto é o que faz fronteira entre individual e coletivo. Esse obscuro objeto, objeto do desejo.

Para tanto, propomos seguir com a leitura do Seminário 8 do Lacan, “A transferência”, passaremos pela crítica da contra-transferência; pela demanda e desejo na histeria e na neurose obsessiva, e suas identificações correlatas; até chegarmos ao grafo do desejo já no início do 2º semestre, com convidados especiais a nos agraciar.

Convidamos a todos para esse reinício da Transferência. Contamos com aqueles que nos acompanharam e aqueles que querem entrar e seguir com a gente nessa leitura. Serão todos muito benvindos!