1º Semestre de 2021 - Rede: Psicanálise e Saúde Mental Pública

Rede de Pesquisa: Psicanálise e Saúde Mental Pública

“O destino da psicanálise depende do destino do mundo” “[...] disse Freud, ‘devemos estar preparados’. Ele explicou por que, em um momento de luta entre a necessidade humana e as forças socioeconômicas dominantes, os psicanalistas não podiam mais insistir em considerar a neurose do indivíduo como único locus de intervenção[...] Livres da condescendência filantrópica, os cidadãos devem ter um ‘direito à assistência’ específico na forma de cuidados de saúde mental, à semelhança de saúde física, habitação ou educação para os trabalhadores e suas famílias”. ( Tradução livre) Elizabeth Ann Danto

Coordenadores: Danilo Cruz; Eduardo Elias de Almeida.

Público Alvo: Profissionais da saúde mental pública e psicanalistas interessados

Encontros quinzenais

Quintas-feiras das 20h às 22h00h

Início do 1º Semestre: a verificar

Atividade gratuita

*Inscrições abertas

Vagas Limitadas*

Necessária entrevista